CTQ do Hospital Infantil Joana de Gusmão será reaberto

O Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG), em Florianópolis, reiniciou a reforma da Unidade de Tratamento de Queimado (UTQ), com previsão de reabertura no dia 31 de outubro. O local estava desativado para manutenção desde junho de 2018. A entrega será possível devido à mobilização de membros do hospital, entidade sem fins lucrativos, pessoas físicas e empresas.
A unidade, que é referência de alta complexidade para o tratamento de crianças com queimaduras de grande extensão, estava improvisado em uma unidade clínica do hospital. “Nesta unidade, o HIJG consegue atender pacientes com até 25 % de superfície corporal queimada (SCQ), os pacientes com queimaduras de maior extensão são transferidos para outro estado”, conta o chefe da UTQ do Hospital, Rodrigo Feijó.

A nova estrutura está sendo preparada para receber pacientes em seis leitos de enfermaria e mais dois de isolamento com banheiros. A área total que será reformada é de 331,54 m². O espaço já teve alterações em alvenaria, para criação de novos ambientes, conforme aprovado pela Vigilância Sanitária Estadual, e conta com readequações de revestimentos, climatização, instalações elétricas, instalações hidrossanitárias, gases medicinais, entre outras.
A estrutura contará, ainda, com banheiros e sanitários masculino e feminino com acessibilidade, vestiário dos funcionários e de acompanhantes, depósito de material de limpeza, sala de utilidades, sala administrativa, quarto de plantão, copa de distribuição, depósito de equipamentos, salas de curativo e serviço e área de transferência.

“Atualmente, o HIJG atende os pacientes queimados na também chamada Unidade de Queimados, mas que fica no segundo piso da instituição, com cinco leitos. A mudança de local e estrutura é necessária para que haja mais espaço para os profissionais lidarem com os pacientes que sofreram queimaduras de grande extensão. Exemplo disso será a nova sala de balneoterapia, com 11,43 m², onde os banhos e as trocas de curativos serão mais seguros e confortáveis para os pacientes, com menos chance de infecções comuns em casos de queimaduras”, diz Rodrigo Feijó.
Apoiadores – O chefe do serviço de Anestesia do HIJG, Alexandre Buffon, foi o primeiro apoiador. Em um evento no restaurante Donna Jurerê, em Florianópolis, foram angariados recursos que foram totalmente revertidos à direção do hospital para o início da reforma da Unidade.

Há cerca de um ano, o Salah Shriners, entidade sem fins lucrativos, procurou a diretoria do HIJG com a proposta de promover ações e captar o apoio de iniciativas privadas e da comunidade, canalizando recursos para a reconstrução da unidade. Uma delas ocorreu na véspera do Dia das Crianças: um festival de música com o apoio de artistas e empresários da região
A Construtora Lumis, por intermédio da deputada estadual Marlene Fengler, contribuiu com os gases medicinais. A Compear Climatização fez toda a tubulação, bem como o conserto dos equipamentos. A família do Rafael Kuerten e do Wilson S. Souza contribuíram para o auxílio de aquisição de mobiliário.

Os eventos beneficentes continuam angariando fundos para o término da unidade. A ajuda dos apoiadores foi fundamental para dar continuidade ao trabalho. “Juntem-se a nós no esforço de oferecer o tratamento adequado e digno a criança vítima de queimadura no estado de Santa Catarina”, convida o chefe da UTQ do Infantil Joana de Gusmão, Rodrigo Feijó.
Sobre o HIJG – O hospital possui UTQ desde a sua inauguração, em 1979, e recebe pacientes de todo o Estado de Santa Catarina, desde os que necessitam de tratamento da fase aguda até a reabilitação de sequelas.

7 noviembre, 2022